10 de dez de 2015

Origo Mali

Antes de começarmos a falar desse história, deixe-me lhe fazer uma pergunta: O que é o mal pra você? O mal tem várias definições, das mais variadas, mas a origem dele é incerta. Ou era, porque hoje iremos revelar a história de como ele nasceu.
Para falarmos da origem do mal, primeiro temos que falar da origem do mundo. Quando a Terra ainda não estava formada, existia uma entidade soberana, que pregava paz, humildade, sabedoria, ética, entre muitas outras coisas. Seu líder era Ruben, uma espécie de anjo, que ensinava a todos os seus discípulos.
Porém, um anjo, uma vez insatisfeito, poderia cometer loucuras, esse foi o caso de Gus. Ele estava insatisfeito, queria ter o poder apenas para si. Revoltado, começou a ensinar Puviyiyal, a doutrina perdida, considerada impura. Com isso, Gus acabou sendo banido do Planeta Titulum, onde os anjos moravam.
Insatisfeito, com raiva, e acima de tudo, querendo espalhar o Puviyiyal para as pessoas, Gus foge para o Sistema Solar, e encontra a Terra, um planeta onde as pessoas seguiam exatamente a doutrina dos anjos, os idolatrando.


A doutrina dos anjos impedia que eles fossem a outros planetas e interferissem nas vidas de seus habitantes, influenciando nas suas decisões, porém Gus estava procurando uma forma de descer, estava procurando uma forma concreta que pudesse se manifestar, estava procurando um humano que pudesse manipular, para cumprir seus desejos e esperanças.
Angustiado, Gus passou meses, anos, décadas, procurando a pessoa certa. Procurava alguém fraco de espírito, facilmente manipulável, sem muita vontade de viver, e acima de tudo cansado daquela velha opinião formada sobre tudo, cansado do sistema dos anjos. Até que ele finalmente encontrou, e com isso, desceu sua mão até a superfície do planeta e puxou a pessoa para cima.
Como havia passado muitos anos com seu amigo Pablo, já entendia o mínimo de filosofia para poder convencer o humano de que suas ações eram verdadeiramente boas, sem segundas intenções. Ele falou que Ruben proibia o ensinamento de Piviyiyal porque estava tão focado em Ariviyal,  que qualquer pessoa que não aceitasse seus ensinamentos era considerada impura. Com isso, falou que procurava refúgio, onde as pessoas aceitassem suas diferenças, porém ele não podia descer na Terra, e queria uma forma de se manifestar pelo corpo do habitante. O humano acreditou em suas palavras, deixando que ele lhe usasse.
Ele não sabia o tamanho do erro que estava cometendo.
A Terra estava em sistema de monarquia, pois a população acreditava que precisavam de a presença de um estado para controlar a sua convivência. Essa monarquia funcionava perfeitamente, não era como essas que vocês relés mortais aprendem em seus meros livros de história. Não era banhada em sangue, muito menos visava grande quantidade de poder em apenas uma pessoa, que tinha direito a menosprezar as outras. Muito pelo contrário. O Rei Bruno visava o benefício de todos, porém, com sua grande responsabilidade, perguntou aos cidadãos se poderia ter duas pessoas ao seu lado, fazendo piadas para aliviar o estresse. Todos concordaram, e indicaram as duas pessoas mais engraçadas de todo do Reino: Dimis e Paulo.
Tudo seguia perfeitamente bem, até que chegou o dia que Gus desceu a Terra. Ele mudou seu nome para Gusmão, que significava "Mão do Gus", etimologicamente falando.
Alguns anos se passaram, até que finalmente Gusmão contava com 3.000 discípulos, que logo se corromperam, elegendo um líder entre eles, que seria aquele que iria destronar Bruno, trazendo um reinado de terror, seu nome era Mello.
Os seus discípulos organizaram um golpe, onde todos eles foram ao Palácio e começaram a lutar com os guardas, e a população, que não estava acostumada com violência, apenas cedeu. Mello se auto-coroou, dando início a dinastia Gusmello.
Depois de dez anos desde o início da dinastia, o reino já estava um caos, a maior parte da população já havia se convertido a Piviyiyal, seja por vontade ou pela faca, e os poucos seguidores que sobraram de Ariviyal não podiam andar pelas ruas, sendo mantidos em lugares afastados, pois os que eram vistos eram mortos pelo Roberto, o líder dos carcereiros reais.
Até que chegou um dia, que todos esses retidos começaram a lutar, porém, a favor de Ariviyal, iniciando uma rebelião. Vendo tudo isso, Gusmão e Mello se desesperaram, pois muitos de seus soldados estavam se convertendo, sendo isso uma espécie de afronta. Porém, não podiam fazer muita coisa sozinhos, afinal a maioria das pessoas já haviam se convertido a Ariviyal.
Desesperado, e sem muita saída, Gusmão abaixou seu orgulho e invocou Júlio, líder dos demônios que existiam no submundo, banidos a milênios por Ruben. Júlio, uma vez invocado, precisava de uma segurança de que o mundo seguiria sua forma de vida, e em troca de sua manifestação foi oferecido Bruno, um Rei caído. Por sua vez, cumprindo com sua palavra, Júlio começou a se manifestar, dando origem a dinastia Gusmélio.
Passaram-se anos, mas a notícia de que a dinastia Gusmélio havia sido imposta finalmente chegou aos ouvidos de Ruben, que junto ao seu exército de anjos, desceram a Terra e confrontaram os seus líderes.
Depois de muito tempo de batalha, foi proposto um tratado, que dizia que as pessoas estariam livres para escolher no que acreditar. Assim foi criada a Terra que conhecemos hoje.
Rés a lenda que Gus ainda está presente entre nós.

Nenhum comentário

Postar um comentário